PPGAS | (92)99181-5480 / (92)3305-1181 Ramal 2355 |

Notícias

 

CONVOCATÓRIA DE MATRÍCULA NO DOUTORADO PPGAS-UFAM

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social convoca o candidato classificado Nicolas Alberto Victorino Ramirez para efetuar matrícula no curso de Doutorado em Antropologia Social, objeto do Edital 050/2016-PROPESP/UFAM, até o dia 10 de março de 2017.

A aula inaugural do primeiro semestre letivo de 2017, do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Amazonas (PPGAS/UFAM), ocorrerá no dia 15 de Março de 2017.

O convidado é o Professor Titular da Universidad Nacional de Colombia, Sede Amazonia, PhD. Juan Alvaro Echeverri, com o tema "Biodiversidad como educación sexual: Qué significa la 'naturaleza' para los Murui-Muina?".

A aula ingaurual ocorrerá no Auditório Rio Alalaú, FACED (Campus Universitário UFAM, Setor Norte), as 9 horas.

 

Sobre o convidado:

foto 09 Juan

Juan Alvaro Echeverri é PhD em Antropologia, pela New School for Social Research, New York.

Professor Titular da Universidad Nacional de Colombia, Sede Amazonia

Estuda os temas: Etnologia indígena, Etnolinguística e Etnobiologia.

Devido as alterações feitas após retifiação da PROPESP, anunciamos as novas datas para matrícula de alunos regulares e especiais para o período 2017/1:

 

Período de matrícula regular nas disciplinas: 08 a 14 de Março 

Período de matrícula para alunos especiais: 15 a 16 de Março

 

O início das aulas será no dia 20/03.

O Museu Amazônico, em conjunto com o Núcleo de Estudos de Políticas Territoriais na Amazônia – NEPTA e o Grupo de Estudos Migratórios na Amazônia – GEMA, convidam a todos para a Conferência da Profa. Drª Maria Catarina Chitolina Zanini, com a participação Prof. Dr. Sidney Antônio da Silva (debatedor).

DATA: 02 de fevereiro de 2017

HORA: 09h00min

LOCAL: Auditório Rio Solimões – ICHL, setor norte, UFAM

TEMA: NOVAS ABORDAGENS NOS ESTUDOS MIGRATÓRIOS: QUESTÕES METODOLÓGICAS

imag front

Resumo:

A mobilidade e os deslocamentos humanos são dinâmicas constantes nas histórias das sociedades. Contudo, o que tem chamado atenção no cenário contemporâneo são a forma e o impacto que têm provocado o encontro entre diversidades, especialmente nos processos de migração e de refúgio. Neste sentido, a Antropologia em muito pode contribuir para uma melhor compreensão do fenômeno, seja do ponto de vista das metodologias a serem empregadas, bem como pelos pontos de vista que adota para melhor compreender tais acontecimentos.

Com as atuais formas de comunicação, de transporte e de trânsito entre seres, objetos e informações, os processos migratórios ganham novas complexidades e exigem também abordagens diferenciadas e interdisciplinares. Como circulação de mundos em atrito, por vezes, o que se pode observar é que metodologias que privilegiem uma compreensão dos indivíduos em deslocamento, suas historicidades, subjetividades e processos de identificação são extremamente profícuas. Sendo muitas as narrativas presentes neste processo,  também são muitas as ferramentas teórico-metodológicas disponíveis para melhor  compreender  este importante processo social e individual ao mesmo tempo.

 

Maria Catarina Chitolina Zanini

catarina  

Possui graduação em Curso de Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS (1987), mestrado em Antropologia pela Universidade de Brasília- UnB (1997), doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo- USP (2002) e Pós-doutorado pelo Museu Nacional (MN-UFRJ) (2008). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), vinculada aos Programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Programa de Pós-Graduação em História. Coordenadora do NECON/UFSM (Núcleo de Estudos Contemporâneos). Membro do Comitê de Iniciação Científica e de Inovação Tecnológica da UFSM. . Tem experiência na área de Antropologia, trabalhando principalmente com as seguintes temáticas: migrações, teoria antropológica, campesinato e etnicidade. Pesquisadora Associada do NIEM-UFRJ Núcleo de Estudos Migratórios e ao Instituto Histórico de São Leopoldo. Pesquisadora PQ 2/CNPq.

A  SALSA - Society for the Anthropology of Lowland South America, foi organizada em 2001 como uma associação para antropólogos especializados nas regiões de planície da América do Sul (Amazônia, Orinoco, Rio de la Plata e áreas adjacentes). Sua conferência em 2017 será realizada na Pontificia Universidad Católica del Perú, tendo Oscar Espinosa (Pontificia Universidad Católica del Perú) responsável geral pela organização da conferência, Harry Walker (London School of Economics and Political Science) e Laura Zanotti (Purdue University) como responsáveis pela programação acadêmica.

O prazo de submissão de propostas individuais vai até dia 31 de Janeiro de 2017.Contribuições adicionais para o debate sobre povos idígenas isolados serão aceitas até 15 de Fevereio de 2017. Mais informações sobre a conferência acesse SALSA 2017 ou contate os organizadores através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

 

PPGAS | (92)991815480 | (92)3305-1181 Ramal 2355 |